Borrowed Time, um curta incrível feito nas horas vagas por gente da Pixar.

Salve, salve, seres humanos do velho oeste.
A Pixar é foda! Ponto. Quando não estão fazendo longas maravilhosos eles fazem curtas maravilhosos. Borrowed Time é melhor.

 

borrowed time

 

Se eu entendi bem,  Andrew Coats e Lou Hamou-Lhadj, são funcionários da Pixar e, por 5 anos, em suas horas vagas, trabalharam nesse curta. Não é um filme da Pixar. Ganhou vários prêmios. E não é um filme para crianças.

Segue a sinopse:

A weathered Sheriff returns to the remains of an accident he has spent a lifetime trying to forget. With each step forward, the memories come flooding back. Faced with his mistake once again, he must find the strength to carry on.

Traduzindo:

Um sheriff relutante retorna aos restos de um acidente que ele passou a vida tentando esquecer. A cada passo em frente, as memórias vêm à tona. Confrontado com seu erro mais uma vez, ele deve encontrar a força para seguir em frente.

 

Chega de falação. Veja o curta:




Esse filme é simplesmente maravilhoso. Denso e profundo. E toca em suicídio que é um grande tabu. Perfeito.

Para saber mais sobre curtas, esses sim da Pixar, ouçam esse podcast: sobre os curtas da Pixar.

É isso galera. Acho que ficou claro que eu amei essa animação. E você?
O que achou? Deixe aí seu comentário.
Curta a fanpage, siga no twitter.
Um abraço.
E tchal.

via Sploid

 


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...

Pin It on Pinterest