Arma X #1 (Ressurrxion) – resenha

Salve, salve, seres humanos e mutantes da terra.
Continuando a série de reviews das novas revistas do Ressurrxion, o renascimento do universo mutante na Marvel. Hoje eu vou falar de Arma X!!!

Arma X #1 – resenha

arma x 1 capa
A história começa com Logan, o velho, em uma floresta, questionando a própria natureza. Em narrativa ele diz que, por ser mutante, é considerado uma aberração da natureza, mas que a natureza, per se, não o considera assim. Um jovem casal passa por ali e parece estar perdido. Eles pedem informação para Logan.

Logan fica cabreiro, mas da informação para os caras. Quando ele acha que está tudo bem ele é atacado por eles, que são, na verdade, robôs caçadores de mutantes.


Logan fica cabreiro por não ter sentido o metal das criaturas. Ele tenta lutar um pouco, mas acaba fugindo. Ele se joga de uma cachoeira e corta um pedaço da própria carne para despistar os robôs.

Logan fica pensativo e se lembra do que sofreu para se tornar a Arma X.


Depois temos uma cena em um laboratório secreto, onde Lady Lethal está presa (ela foi presa em X-Men Prime, o especial que deu início a essa nova fase). Os cientistas desse laboratório comentam que a “equipe de campo”  não conseguiu capturar Wolverine, mas conseguiu um pedaço dele. Eles colocam o pedaço de tecido do Wolverine em um tubo similar àquele onde Lady Lethal está presa.

“Dois já foram. Faltam três”. Vemos um quadro com três tubos vazios, mas com nomes escritos neles: Dentes de Sabre, Domino e Warpath.


Temos uma cena com Logan usando uma biblioteca pública para usar a internet e logo depois nosso heróis sai de moto para algum lugar. “Preciso de um plano”

Ele vai até uma floresta, encontra uma carcaça de um animal dilacerado e, logo depois, quem ele está procurando, Dentes de Sabre.

Eles trocam alguma agressão, mas depois conversam. Dentes de Sabre também foi atacado, por uma pessoa que parece uma criança, e está bem ferido. Logan diz que precisam encontrar a Lady Lethal e que, como os inimigos são muito poderosos, precisam trabalhar juntos.

Dentes de Sabre fica receoso, mas Logan fala, entre outras coisas, que deixou que câmeras de segurança o vissem, então eles no tem escolha.





Fim da Edição.

O que eu achei? Eu saiba que, no geral, essas sagas que envolvem essas organizações secretas que tem a ver com o Wolverine (Arma X, Arma Extra …) só servem para bagunçar ainda mais o passado dos personagens ligados a elas. Eu sei.

Porém, eu gostei dessa primeira edição (ainda não dei tempo de retconear nada). A personalidade do Logan de alguém que já foi muito raivoso, mas hoje já é velho demais para isso, é muito boa. Acredito que ele deva ser a voz da razão nesse grupo de malucos raivosos que deve se unir nessa saga. Acho que pode dar certo, por mais incrível que pareça.


Roteiro: Greg Pak

Arte: Gred Land com arte final de Jay Leistein
Cores: Frank D’Amarta

Então é isso. Uma hq competente. Bem legal mesmo.
Diga aí o que acha. Leia a hq e volte aqui para comentar se quiser.
Curta a fanpage, siga no twitter e no instagram.
Compartilhe esse e post.
Um abraço.
E tchal.


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...