SINGULARITY, robôs do mal e sobrevivência – trailer

Salve, salve, seres humanos e robôs horrorosos da terra.
Parece que os filme de ficção científica estão em alta, ou pode ser só impressão minha mesmo. Hoje eu esbarrei com mais um trailer sci-fi com direito a robôs assassinos, semi-apocalipse e o John Cusack fazendo cara de bunda. O trailer de SINGULARITY.

 

Singularity poster

 

A sinopse é a seguinte:

In 2020, Elias van Dorne (John Cusack), CEO of VA Industries, the world’s largest robotics company, introduces his most powerful invention–Kronos, a super computer designed to end all wars. When Kronos goes online, it quickly determines that mankind, itself, is the biggest threat to world peace and launches a worldwide robot attack to rid the world of the “infection” of man. Ninety-seven years later, a small band of humans remain alive but on the run from the robot army. A teenage boy, Andrew (Julian Schaffner) and a teenage girl, Calia (Jeannine Wacker), form an unlikely alliance to reach a new world, where it is rumored mankind exists without fear of robot persecution. But does this world actually exist? And will they live long enough to find out?

Traduzindo:

Em 2020, Elias van Dorne, CEO da VA Industries, a maior companhia de robótica do mundo, apresenta a sua mais poderosa invenção, Kronos, um super computador desenhado para acabar com todas as guerras. Quando Kronos entra online, rapidamente determina que a humanidade em si é a maior ameaça à paz mundia e lança um ataque robótico global para livrar o mundo da infecção humana. Noventa e sete anos depois, um pequeno bando de humanos permanece vivo, mas em fuga do exército robô. Um jovem garoto, Andrew, e uma jovem garota, Calia, formam uma improvável aliança para chegar a um novo mundo, onde, supostamente, a humanidade existe sem medo da perseguição dos robôs. Mas esse mundo realmente existe? E ele vai sobreviver depois de encontrado?

 

Assista ao trailer:

 




 

A sinopse é interessante, mas nada inovadora, e tem muita coisa legal no trailer, mas tem coisas que me incomodam. Primeiro é a cara de bunda do John Cusack e o fato desses robôs serem feios pra cacete.

Tem umas cenas que me pareceram mal acabadas… sei lá.

No geral parece um filme interessante, mas não sei se eu pagaria para ver no cinema.

Vou chutar o final do filme. No final os robôs estão usando os garotos para descobrir o esconderijo dos outros humanos. Depois vamos ver se eu acerto.

 

 

Singularity é dirigido pelo novato (em longas) Robert Kouba.

*EDIT* Acabei de perceber que a menina não tem o nome dela no poster do filme. Que vacilo.

Então é isso. Sinopse legal, trailer mais ou menos. Achei médio meio merda.
E você? Também achou os robôs feios?
Deixe sua opinião aí nos comentários.
Curta a fanpage, siga no twitter e no instagram.
Comparitlhe esse post.
Um abraço.
E tchal.

via Geek Tyrant.


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...

  • Rubro Negro

    Eu sei que filmes de ficção cientifica no final das contas acabam sendo muito parecidos até mesmo pela grande quantidade de produções do gênero. Mas, este aqui é fraquíssimo. E é quase incompreensível que algum estúdio tenha acreditado que poderia dar certo. Entre todos os erros dois se destacam : A existência e surgimento do Kronos é muito mal explicada, Tentaram em alguns momentos filosofar,mas… E o segundo erro está no texto que de tão simplório e piegas parece as novelas bizarras da Record.
    OBS: A protagonista foi copiada de Jogos Vorazes ou é impressão minha ? Aquela trança,a jaqueta,o arco e flecha…Sei não.