Symmetropia – um curta sobre medo de simetrias

Salve, salve, seres humanos da terra.
De tempos em tempos eu esbarro com uns curtas estranhos. E as vezes aparece algo realmente bizarro que me surpreende. É o caso de Symmetropia.


Symmetropia
começa como uma terapia de imersão, onde um homem é tratado do seu medo de simetrias. Ele é levado, vendado, para uma floresta onde todas as árvores são iguais e começa essa imersão forçada enquanto ouve palíndromos.

O final é muito louco. Assiste aí. E veja até o final, tem cena pós-créditos:





O curta começa apenas como um tratamento estranho para uma fobia estranha, mas a reviravolta de explodir cabeças (piada pronta) no final abre toda uma nova interpretação bem maluca e, quem sabe, bem legal.

Eu não gosto muito daquele papo de que “na verdade o autor quis dizer que…”, mas quando uma obra fica em aberto assim, sempre me faz pensar em outras histórias que se encaixam na narrativa.

Por que robôs estão interessados em tentar remover um medo de simetria dos humanos? Como esses humanos desenvolveram esse medo de simetria? Será que é um mundo dominado por robôs e os humanos desenvolveram um medo de simetria por conta dos robôs? Da pra especular bastante.


A fotografia também é incrível. Que floresta bonita cara! Sensacional.

Symmetropia é escrito e dirigido por Zachary Davis.

Se você, assim como eu, curte curtas psicodélicos, veja também esses outros posts:
Choban – Um cachorro no espaço, mundos paralelos e instrumentos musicais mágico
Planemah – Um rei e angústia de uma pergunta sem resposta.
Children – Uma cidade cinza e um garoto
The Backwater Gospel – Uma cidade e um ceifador de almas
Breathe – dois caras, um espírito

Então é isso. Curta drogadasso. Adorei.
E você? Curtiu? Não entendeu nada? Está confuso?
Deixe aí seu comentário.
Curta a fanpage, siga no twitter e no instagram.
Compartilhe esse post.
Um abraço.
E tchal.

via io9


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...