BRIGHT, filme policial com cara de Shadowrun – trailer

Salve, salve, seres humanos, orcs e elfos.
Depois do trailer piolhento de ontem, hoje eu esbarrei com uma ideia de filme realmente interessante. Bright, um filme que tinha tudo para ser legal, mas tem o Will Smith.

 

Bright

 

Foca na sinopse que é realmente legal.

A sinopse é a seguinte:

Set in an alternate present-day where humans, orcs, elves, and fairies have been co-existing since the beginning of time. Bright is genre-bending action movie that follows two cops from very different backgrounds. Ward (Will Smith) and Jakoby (Joel Edgerton), embark on a routine patrol night and encounter a darkness that will ultimately alter the future and their world as they know it.

Traduzindo

Passado em um tempo presente alternativo onde humanos, orcs, elfos e fadas teem coexistido desde o começo dos tempos. Bright é um filme de distorção de gênero que segue dois policiai com dois backgrouds muito diferentes. Ward (Will Smith) e Jakoby (Joel Edgerton), embarcam em uma noite de patrulha de rotina e encontram uma escuridão que acabará por alterar o futuro e o mundo como eles conhecem.

 

A sinopse me lembra Shadowrun de cara. Colocar esses elementos de fantasia (no caso as raças) em um universo atual (ou futurista) bem sombrio é a cara desse cyberpunk que eu gosto. Talvez com um mais punk do que cyber, mas é interessante mesmo assim.

Assiste o trailer aí e depois eu comento mais.

 




 

Eu adorei a sinopse e curti muito o estilo de cenário e o clima em geral. O problema pra mim é o Will Smith, com a mesma cara de sempre, e o fato do diretor ser o mesmo diretor do Esquadrão Suicida.

“Ah. O cara errou no Esquadrão, mas é um bom diretor.” – você pode dizer, mas o clima do trailer, com uma trilha legal e os tipos de cortes tem a mesma cara do trailer do Esquadrão. Isso me da um medo desgraçado.

Os orcs, que são uma clara referência às gangues latinas nos Estados Unidos, estão até interessantes, mas os elfos me deram um pouco de preguiça. Mas pode ser por que eu não gosto de elfos de uma forma geral.

 

 

Enquanto escrevia esse post eu descobri que o Joel Edgerton, o cara que faz o policial Orc, é um dos irmãos daquele filme Warrior, com o Tom Hardy. Puta filme. Já me deu mais uma vontade de assistir.

Bright é dirigido pelo David Ayer (Esquadrão Suicida, Dia de Treinamento) e estreia no dia 22 de Dezembro.

Então é isso. A sinopse me pegou forte, mas o trailer e o Will Smith me deu uma afastada. Eu não sei se eu pagaria para ver, mas é da Netflix então já está pago.
E você? O que acha dessa ideia de orcs, elfos e fadas no mundo moderno? Gostou?
Deixe aí sua opinião nos comentários.
Curta a fanpage, siga no twitter e no instagram.
Compartilhe esse post.
Um abraço.
E tchal.

via Geek Tyrant


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...