Panacée, eu não entendi, mas é bonito para caramba – curta metragem

Salve, salve, seres humanos e baleias voadoras.
Estou sem tempo. Estou na merda. Então o post vai ser rápido e ligeiro. Esses dias eu esbarrei com esse curta metragem super incrível chamado Panacée.

 

Panacée

 

Panacée não tem sinopse (pelo menos eu não encontrei), não tem explicação, não tem nada. É uma animação simples que não te entrega muita coisa. Acho que é mais sobre feeling.

Assiste aí:

 




 

Como eu já disse, eu não sei se eu entendi. Na verdade eu nem sei se tem muita coisa para ser entendida de fato. Sabe aquelas paradas com as quais a gente interage usando muito mais o subconsciente do que a parte consciente? Acho que esse curta vai nessa linha.

Ou é só viagem de droga mesmo. Realmente não sei.

Panacée é dirigido, escrito e animado por Jules BOULAIN-ADENIS (Naleb). Da uma olhada no perfil dele no vimeo que tem umas paradas que parecem bem legais.

Se você curte essa coisa de curta metragem viajante, veja também esses outros posts aqui:
Choban, nada faz sentido aqui também
Symmetropia – medo de simetrias
Planemah – Um rei e angústia de uma pergunta sem resposta.
Chez Moi – um guri e o novo namorado de sua mãe, que é um pássaro
The Creation – a criação do mundo

Então é isso. Curtinha psicodélico e legal. Eu gostei.
E você? Entendeu tudo? Não entendeu nada? Acha que eu deveria parar de trazer coisa sem sentido para cá?
Deixe sua opinião nos comentários.
Curta a fanpage, siga no twitter e no instagram.
Compartilhe esse post.
Um abraço.
E tchal.

via io9


Vulto

Desprezível.

Você pode gostar...